4.195 mortes nas últimas 24 h.

0
Compartilhar

O JC na reportagem do domingo, 04/04/2021, publicou que um estudo da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, teria feito uma análise estatística que no dia 26 desde mês o Brasil bateria a marca cadavérica de 4.000 mortes.

No dia  da divulgação do estudo, em Washington, em 03 de abril, trouxe muita preocupação para as autoridades brasileiras, mas também, desconfiança da previsão macabra não aconteceria.

O pior aconteceu e com mais gravidade ainda. A assustadora marca veio a exato 20 dias antes, veio hoje.

O que nos leva agora a acredita que dados ainda piores possa vir ainda este mês. O que devemos fazer? Como devemos agir? Como sair desse caminho tenebroso? Com quem devemos contar?

Será que não está claro que os ESTADOS e MUNICÍPIOS sozinho não tem condições de tamanha logística para gerir essa pandemia? Até quando, por ideologia política, vamos recusar o apoio do Exército, Marinha, Aeronáutica que somando têm 335.000 militares que possa ajudar nessa GUERRA, no combate ao covid-19.

Uma pandemia precisa de uma logística enorme. O povo precisa de proteção, apoio e socorro.

Os três governos têm que se unirem no enfrentamento. Municípios, Estados e Governo Federal juntos tem mais poder de combater a covid-19, salvar vidas e trazer a paz que tanto precisamos.

Com a marca de 4.195 mortes, tem que ser um ponto final de disputa partidária de político e sim buscar salvar brasileiros, baianos e correntinenses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
25 + 23 =