Colunista Lucinho celebra seu aniversário!!!

2
Compartilhar

Eis que de repente no dia de seu aniversário, às nove horas da manhã, ainda madrugada, para quem iria nascer, seu quarto é invadido e literalmente você leva um espanto, pois, todos “os invasores” em uníssono entoam os parabéns pra você!!!

Ainda em clima de susto, espanto, você abre os olhos e vê: esposa, filhos, noras, irmã, netos e bisnetos (crianças), naquele seleto grupo, empolgados, alegres, festivos, em plena comemoração, cantando músicas, sorrindo, festivos e portando, uma bela bandeja de café da manhã…me senti o cara!!!! E viajei…

Claro, uma viagem familiar, onde fui encontrar em primeiro plano meus pais e confesso, me fixei na figura de minha saudosa e querida mamãe, de olhos fixos na minha parceira, minha irmã, ela que graças ao COVID 19 e minha recente Pneumonia tivemos a felicidade de ficarmos juntos durante 20 dias.

Obriga

do Senhor!

Olho de soslaio e depois fixo o olhar em meu filho presente, Luciano e sua amada esposa, minha sobrinha e nora, Simone e a árvore genealógica se amplia, quatro netos, filhos do casal, Dr Rangel, falta pouco para a formatura em medicina; a eclética Rebeca, matemática, pedagoga, facilitadora, yotuber… (?)

Ester a determinada se preparando para encontrar a sua faculdade de medicina via ENEM e SISU e João Pedro um guerreiro um batalhador, prestes a concluir o curso na UnB, para alçar outros voos e sua Ana Elisa com seus rebentos, (bisnetos) Heitor, Luis Henrique e a pequenina Maria Helena!!!!!

A viagem continua, busco na mente e encontro os filhos: Lúcio Alfredo Filho e sua estimada Zidia minha nora e seus filhos: Luara Marina, Juliano Alfredo e Ceres Mariano e toda a sua prole inclusive: Luciano Eder, Alan Victor e Luiz Mariano e continuo a viagem mental e encontro Pedro Lúcio e sua Dilma Sofia, suas: Marianny Benedita, Natacha Pascasia, Emily Caroline, e ainda: Yan e Cairam Santos….

Mais que de repente outro espanto, lembrei que estava completando setenta e cinco abris (mês de nascimento), e acordando, percebi que ainda, não havia vivido momento tão singular, singelo, humilde, festivo, no seio dos meus, agradeci a Deus, a meu Jesus Misericordioso, por ter me dado, a consciência e a inspiração para deixar registrado este momento, que me permitiu, viver dentro do meu eu o amor familiar, cultural, moral, social que sempre foram motivos para a minha dedicação como homem formador de valores e princípios éticos, respeitando a vida!!!!

Agradeço publicamente a todos os meus amigos que me felicitaram pelas redes sociais, diretamente, por telefone aos quais digo: Muito Obrigado!!!

2 Comments
    Avatar
    Avatar
Deixe uma resposta







Solve : *
4 + 2 =