ATERRO SANITÁRIO 2: Moradores da comunidade do Caruaru e comunidades vizinhas pedem a paralização da obra.

0
Compartilhar
Publicado em 05/07/2021 às 06h, atualizado em 05/07/20021 ás 06h

A Associação dos Produtores Rurais do Caruaru fez um abaixo assinado solicitando ao MP/BA – Ministério Público do Estado da Bahia, INEMA –  Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos/BA, SBH – Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Corrente uma Consulta sobre o Aterro Sanitário que está sendo construído próximo a comunidade.

Segundo o documento da associação, a Consulta Pública se faz necessária pelo Impacto que causará na área ambiental, cultural, social e econômico nas comunidades Ribeirinhas do Caruaru e comunidades vizinhas.

 O JC teve acesso ao abaixo assinado que consta mais de duzentas assinaturas de moradores do Caruaru e região.

Segundo levantamento do JC, a área total do aterro será de 12 hectares, o equivalente a 12 campos de futebol e com previsão de funcionamento em novembro deste ano.

A professora Isidora, moradora do Caruaru, está indignada com a negligência das Autoridades Municipais que autorizaram o iniciou de uma obra que vai impactar uma região de proporção grandiosa e para isso não foi realizada uma consulta pública com as comunidades afetadas.  A professora encaminhou ao JC vídeos da obra e faz um apelo aos Vereadores e Autoridades Municipais para que paralisem a obra até que seja tudo esclarecido, antes que seja tarde demais.

Deixe uma resposta







Enter Captcha Here : *

Reload Image



Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.